Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \29\UTC 2010

O mundo hoje não é

moderno.

A modernidade hoje não é

moderna.

E que isso me interessa?

Read Full Post »

– Será outro o caminho?
pergunta uma velhinha com doces olhos

uma pergunta que chega causando vendavais
toca a sirene, surgem pessoas
vestindo branco
vestindo preto
vestindo o impossível
investindo sobre a velhinha que acabara de acordar

– Aumentem as doses da medicação, ela enloqueceu!
grita uma furiosa e pesada voz pelas caixas de som

mas já é tarde
a velhinha renasceu numa brisa qualquer.

lyard

Read Full Post »

Estou
E num breve instante
Sinto tudo
Sinto-me tudo

Deito-me no meu corpo
E despeço-me de mim
Para me encontrar
No próximo olhar
.
ausento-me da morte
não quero nada
eu sou tudo
respiro-me até à exaustão
.
nada me alimenta
porque sou feito de todas as coisas
e adormeço onde tombam a luz e a poeira

A vida (ensinaram-me assim)
Deve ser bebida

Read Full Post »

dor minha
não é

dor sua
sim é

dores doidas
todas dolorindo nossos sonhos…
de cores, várias.

(lyard)

Read Full Post »

Eu não tinha este rosto de hoje,
Assim calmo, assim triste, assim magro,
Nem estes olhos tão vazios,
Nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,
Tão paradas e frias e mortas;
Eu não tinha este coração
Que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,
Tão simples, tão certa, tão fácil:
– Em que espelho ficou perdida
A minha face?

Read Full Post »

E o tempo passa entre nós…
queria eu saber desatá-lo(s),
ou pelo menos,
ter uma lâmina afiada.

(lyard)

Read Full Post »

Desolação de inverno —
Ao passar pela pequena aldeia,
Um cão late.

Shiki (1866-1902)

Read Full Post »

Older Posts »