Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Vida’

uma pedrinha rolou do morro

e já foi motivo para os devaneios do velho

que irritado já foi gritando:

– !!!!!!

 

não, não há motivos para repetir o que ele disse,

mas a pedrinha ainda rola todos os dias

e o velho continua irritado

(e eu bebo mais uma cerveja ,

esperando a guerra passar

ad infinitum)

 

(lyard)

Anúncios

Read Full Post »

Da vida só têm substância
a casca e o caroço.
No meio só tem amido,
embromações do carbono.
Porém todo o gosto reside
nessa carne intermediária,
sem valor alimentício,
sem realidade, sem nada.

É nela que os dentes encontram
o que os mantém afiados;
com ela é que a língua elabora
a doce palavra.

Read Full Post »

Mas se as nuvens não têm culpa
pelas enchentes que entornam

Nem o sol será julgado
por machucar, qual toda estrela,
por queimar a pele tenra
dos terráqueos que o cultuam

como poderíamos culpar
os homens de lixo
que se tornam assassinos
ao ver seu irmão matar
e se tornar rei por isso?

Como culpar-nos
se, principesco ou plebeu,
somos algo fixo?

(A gente é
o lugar onde nasceu).

E tem mais poemas aqui!

Read Full Post »


-Mas suponhamos que haja esse Deus. Um Deus que possa mesmo ser escrito assim, com letra maiúscula. O Pai que você queria ter tido, mas não teve. Bom, e só bom, para você, e justo, só justo, para os que não são você. Que tanto Nietzsche quanto Cristo, tanto Maomé, quanto Dawkins estavam errados. Que ele seja o todo, o todo real, de todas as cores, que até mesmo o negro seja considerado cor nele, e que adicionado às outras, seja branco também. Que mesmo que ele seja o todo, indo contra todas as regras universais que supostamente tenha ele criado, ele seja tudo, sendo até mesmo o futuro, e que por isso nada mais necessite ser criado por já estar existindo nele. Tudo belamente e providencialmente equilibrado. Que o brilho de vida que emana de tudo venha dele.

Em suma, suponhamos que haja esse Deus.
Você não continuaria com medo?

(Luiz Guilherme Libório Alves – Leia mais aqui)

Read Full Post »