Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \30\UTC 2010

xxxxxxxx

6

você levantou da cama
eu a vi caminhar até o banheiro
fiquei reparando
no seu andar cauteloso que não queria me acordar
achei lindo mas quando você voltava
o despertador tocou e tive que sair para um compromisso
urgente

De O Sobrevivente (2003)

Anúncios

Read Full Post »

Os reis não tocam nas portas.

Não conhecem essa ventura: fazer avançar docemente ou com rudeza um desses grandes painéis familiares, voltar-se em sua direção para recolocá-lo no lugar – ter nos braços uma porta.
… A ventura de empunhar no ventre pelo nó de porcelana um desses altos obstáculos de um cômodo; o corpo-a-corpo rápido pelo qual por um instante o passo se detém, o olho se abre e o corpo inteiro se acomoda ao seu novo aposento.
Com a mão amiga retém ainda, antes de empurrá-la decididamente e encerrar-se – o que o estalido da mola potente mas bem azeitada agradavelmente lhe assegura.

(Trad: Adalberto Müller Jr. e Carlos Loria)

Read Full Post »


-Mas suponhamos que haja esse Deus. Um Deus que possa mesmo ser escrito assim, com letra maiúscula. O Pai que você queria ter tido, mas não teve. Bom, e só bom, para você, e justo, só justo, para os que não são você. Que tanto Nietzsche quanto Cristo, tanto Maomé, quanto Dawkins estavam errados. Que ele seja o todo, o todo real, de todas as cores, que até mesmo o negro seja considerado cor nele, e que adicionado às outras, seja branco também. Que mesmo que ele seja o todo, indo contra todas as regras universais que supostamente tenha ele criado, ele seja tudo, sendo até mesmo o futuro, e que por isso nada mais necessite ser criado por já estar existindo nele. Tudo belamente e providencialmente equilibrado. Que o brilho de vida que emana de tudo venha dele.

Em suma, suponhamos que haja esse Deus.
Você não continuaria com medo?

(Luiz Guilherme Libório Alves – Leia mais aqui)

Read Full Post »

Quem crê que a educação cria novos seres humanos o faz para disfarçar seu cotidiano ordinário


Não acredito na educação. Sou professor, do tipo que gosta do “chão da sala de aula”, detesta as burocracias e os projetos pedagógicos para uma educação política e científica. Meu ideal de educação? Deixemos quem gosta de dar aula tocar a escola, esqueçam os burocratas que acreditam na educação. Desconfio das teorias pedagógicas e dos pedagogos. (mais…)

Read Full Post »

Letra…

(mais…)

Read Full Post »

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

A poesia perdeu o Poeta,

numa luz apagada

Ele também se apagou…

lutou… lutou

tentou, tentou…

e falhou.


o Poeta sumiu

e a luz retornou um pouco mais clara

(viva)


– reviva o Poeta!

– volta!

– ajudem-no!

-…


Era assim que gritava

uma multidão escondida

por detrás dos postes.


Eram gritos tímidos, para falar a verdade

mas eram suficientes

para que as sobras do Poeta corressem para longe,

tentando escapar da poesia

e dos efeitos da poetização.


Pobre Poeta, anda só

por entre tantas estradas,

carregando no ventre uma dor fria…


Hoje eu penso que o Poeta fugiu por vontade

(- de quem?)

só um papelzinho não guardado é quem sabe.


(Lyard)

Read Full Post »

“A poesia não fala de tudo. Existe uma parte da vida sobre a qual a poesia não fala, mas eu também sou essas outras coisas.”

Ferreira Gullar

Read Full Post »

Older Posts »